01 agosto 2016

NA SUA PELE - JAY CROWNOVER

Informações Técnicas:
Título: Na Sua Pele
Original: Rule
Série: Homens Marcados
Autora: Jay Crownover
Editora: V&R
Ano: 2015
Páginas: 322




Crownover, Jay
       Na Sua Pele / Jay Crownover; [tradução Cassandra 
Gutiérrez]. - 1. ed. - São Paulo: Vergara & Riba Editoras,
2015. - (Série homens marcados; v. 1)
       Título original: Rule.
       ISBN 978-85-7683-812-8


"Shaw Landon é uma garota perfeita, o sonho de consumo de qualquer cara. Rule Archer é o bad boy que toda garota quer em sua cama. A rebeldia dele sempre a atraiu, a perfeição dela sempre o afastou. Ela tinha certeza de que ele nunca a tocaria.
Porém, um encontro inesperado e uma alucinante noite de amor podem mudar tudo. Eles irão sentir na pele que a atração entre os apostos pode ser mais quente  do que se imagina.
E para que essa ardente paixão tenha um futuro, a garota certinha e o cara desajustado terão que aprender a lidar com sua diferenças.
Prepare-se para ser tocada por Rule Archer. Ele marcará você feito tatuagem..."



Há uns meses atrás eu conheci a série Homens Marcados, da Jay Crownover, no Skoob. E amei a recomendação. Antes de tudo, dei uma pesquisada, vi resenhas e decidi que seria meu próximo livro da estante. A começar por "Na Sua Pele", a história de Rule e Shaw.
Esse primeiro livro não só nos trás algumas polêmicas como nos apresenta a praticamente todos os personagens da série. Fiquei encantada com a forma como a Jay constrói todo o cenário, as cenas e até mesmo a personalidade dos personagens. A única coisa que me cansou um pouco foi a temática. Essa coisa de sempre ter um problemático que surta e quer desistir de tudo e depois quer voltar e diz que ama, sabe? Na verdade, a maioria dos livros sensuais tem essa temática e isso tá me deixando um pouco enjoada do new adult.

Rule Archer e Shaw Landon tem tudo para não dar certo. Mas não dizem que os após se atraem? Pois é. Graças a lei da atração e a uma escrita deliciosa, eles se reconhecem, se transformam, pecam e se perdoam, e enfim, são felizes. Felizes juntos!

Quando estava no ginásio, Shaw sofria com constante bullyng por parte de seus colegas de escola. Um belo dia, ela estava chorando quando Remy Archer, o capitão do time de futebol, apareceu para consolá-la. Ali nasceu uma bela amizade.
Remy levou Shaw para sua casa para cuidar dela. E foi nesse momento, ela sentada no balcão da cozinha com um dos gêmeos Archer cuidando dela que Rule - o outro gêmeo - apareceu. Shaw se apaixonou ali. Já Rule, bem... Rule talvez nem tenha reparado nela.
Com o tempo a família Archer 'adotou' Shaw. Os pais dela eram divorciados e nunca deram amor ou cuidaram dela. Então ela acabou ficando muito próxima de toda a família Archer. Com o tempo todos começaram  a achar que Remy e Shaw estavam envolvidos, porém Remy tem um segredo, um segredo que ele fez sua melhor amiga prometer nunca revelar. E ele leva, literalmente, para o túmulo.

Um dia, Rule esta bêbado e liga para o irmão gêmeo ir buscá-lo. Na volta pra casa acontece o acidente que Remy morre. A mãe dos gêmeos culpa Rule pela morte do irmão. E isso faz com que nosso mocinho saia de casa e vá viver a vida.
Rule tem um amigo da vida toda, chamado Nash. Nash apresenta Phill a Rule, que desde pequeno incentiva os meninos a desenharem. Phill é tatuador, dos melhores. Nash e Rule se tornam aprendizes e hoje trabalham duro e fizeram seus nomes nesse ramo. Rule ganha um bom dinheiro trabalhando no estúdio do Phill.

Todo santo domingo Shaw vai até a casa de Rule buscá-lo para um brunch na casa da família Archer. Rule não gosta de ir. A mãe dele não gosta que ele vá. Mas Shaw prometeu que não deixaria a família se separar depois da morte de Remy.

O romance entre Rule e Shaw começa depois de uma noite louca em que Rule tira a virgindade de Shaw. Ele percebe que ela não é "só mais uma" e resolve dar uma chance a esse sentimento desconhecido que aparece dentro dele.
Eu gosto de Shaw porque ela não é uma mocinha daquelas coitadinhas. Ela entende que Rule é problemático e que ele, provavelmente, vai ferrar com tudo toda vez que a escuridão se aproximar dele. E mesmo assim ela está disposta a tentar.

Dá pra ver que entre eles rola uma química incrível. Uma coisa que eu adoro é a interação dos outros personagens com os personagens principais. Rome, o outro irmão Archer, é um dos que mais gosto. Ele consegue dar os conselhos certos para Rule e tá sempre tentando ajudar. Os outros personagens também são incríveis, e estou esperando pacientemente pelos próximos livros só para conhecê-los melhor.

Rule tem seus momentos insuportáveis e seus momentos fofos. Ele é Shaw são bem diferentes em vários aspectos, mas o sentimento entre eles só cresce. Shaw é realmente perfeita pro Rule. Eles se encaixam em vários aspectos. E por incrível que pareça formam um casal perfeito.

Eu realmente tô de saco cheio desses romances em que a mocinha e o mocinho brigam o tempo todo e usam o sexo como forma de reafirmar sentimentos e de provar qualquer coisa. E a Jay soube explorar o lado real do sexo que eu adorei. Eles são um casal que quando tem tesão, transam. Normal. O Rule é um cara que exala sexo, mas não usa o sexo como desculpa pra tudo.

A história segue uma linha de tempo sensacional. Tem muitas reviravoltas e alto e baixos. Os personagens, como já disse, são muito bem construídos. A Shaw é madura, sagaz e muito humilde. Ela parece meio perdida no começo do livro, sem saber quem ela realmente é, e o Rule é fundamental nessa redescoberta dela. Ela se encontra. Todos os personagens se encaixam em seus papéis de forma perfeita.

Eu sou fã da Jay. Me tornei fã da série também. No Brasil o último livro está pra ser lançado. 

Eu sei que falei, falei, falei e ao mesmo tempo não falei nada sobre o livro. Mas, entendam, a história é realmente cheia de detalhes. E se eu for falar sobre ele vou acabar dando spoilers e eu realmente não quero contar tudo assim de forma tão fácil.

Eu realmente acho que se você gosta de new adult sensual vale a pena ler esse primeiro livro. A Jay sabe te levar de uma forma fácil e leve, mesmo que o tema seja pesado. Você se sente dentro da história. Outra característica do livro que eu adoro é a troca dos narradores, ora é a Shaw, ora é o Rule. Isso facilita muito na hora de entender certos acontecimentos. O ponto de vista dos personagens é fundamental em alguns momentos.

Na Sua Pele me conquistou. Mesmo não sendo febre ou não sendo tão falado no Brasil como outros romances do estilo, ele tem uma pegada forte que não deixa a desejar. A história é bem desenvolvida, os diálogos são inteligentes e os personagens são intensos, porém fáceis de amar - ou odiar, risos. A série tem o total de seis livros que contam a história de cada um dos seis casais de forma sensual e intensa. Rule, Jet, Rome, Nash, Rowdy e Asa. Adoro a forma como os livros se conectam mesmo sendo independentes. Claro que ao ler fora da ordem você fica sujeito a spoilers.


Desculpem-me pela resenha um pouco enrolada, mas eu realmente não consegui colocar em palavras tão organizadas o que esse livro é e o que ele representa pra mim.

Alguém aí já leu? O que achou? Compartilha comigo!

Até a próxima! 
Jéssica Miguel

19 comentários:

  1. Lembro que li esse livro anos atrás em inglês. RULE ♥♥♥ eu adorei ele é fiquei meio chocadinha de nao ter tido mais sucesso aqui. Que bom que vc gostou tbm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li em inglês a primeira vez também. Foi minha primeira tradução. Também fiquei bem chocada pelo "pouco" sucesso, mas faz parte né? Acho que não souberam divulgar para o público alvo de forma descente. Eu mesma só descobri graças ao skoob, risos.

      Beijos! <3

      Excluir
  2. Você disse no começo do texto que está começando a ficar enjoada do gênero. Eu nem li, mas eu sinto que a maioria é assim mesmo e por isso nem me atrevo a tentar. Sei que ficarei com raivinha no primeiro livro hahahaha.
    E que bom que nesse caso não decidiram usar sexo pra tudo, conseguiram colocar em um contexto mais natural. Ainda assim, não consigo me envolver nessas temáticas :/

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô realmente cansando desse tipo de romance, sabe? As histórias estão se repetindo muito. E as cenas de sexo - que são o diferencial - estão cansativas. E, como você disse, eles usam o sexo pra tudo. Chega a ser chato. kkkk

      Excluir
  3. Com certeza vou ler,parece um livro bem interessante :)
    Beijos,meumundomeusbooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flávia, tudo bem?
      Obrigada minha flor! <3

      Espero que você leia e goste. E compartilhe sua opinião comigo, mesmo se não for positiva, ok?

      Beijos

      Excluir
  4. Não é o meu gênero favorito mas parece ser um ótimo livro! Juro que irei dar chances para livros assim. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não era meu gênero, mas ai fui me apegando né... E o que tá me ferrando são as séries, tenho TOC, não consigo não concluir uma, mesmo sendo chata. Ai já viu né?

      Dê uma chance, se gostar me avisa? Se não gostar também? rs

      Beijos

      Excluir
  5. New Adult é o gênero que eu menos leio na vida! Rs. Eu ainda leio alguns da Colleen Hoover pq gosto muito da autora, mas já tentei ler alguns outros e não me prendeu. Só leio depois de uma indicação muito favorável. Diante da sua resenha, posso até dar uma chance pra esse! Rs.
    Um beijo.

    www.umadoseparaomeudia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os new adults da Colleen são bem incríveis, eu gosto bastante. Normalmente adoro a realidade próxima a nossa que o new adult trás, mas os últimos romances que li estão chatos, repetitivos. Mesmo início e fim, meio parecido. Espero que você goste de Homens Marcados, é realmente um diferencial para a categoria!

      Depois me conta o que achou viu? Bom ou ruim... rs

      Beijos

      Excluir
  6. Oi, Jess, tudo bem? Eu não conheço essa autora nem essa série e embora a sua resenha tenha sido ótima, não está entre os livros que eu leria. Eu não sou fã de livros com teor sexual, eu acho esse tipo de livro muito clichê. Mas quem sabe um dia eu não dou uma chance, por isso vou deixar a dica anotada aqui.
    Beijinhos.
    Mia.

    miaestanteliteraria.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mia, tudo bem e você? Adorei que você veio aqui <3

      Se um dia você der a chance, eu espero que você leia esse livro, de verdade, viu? E espero que você goste. Não recomendo esses tipos de livros em excesso, se não fica igual a mim, achando chato. Os romances sem ser sensuais são melhores, as histórias tendem a ser mais reais e menos carnais. Eu gosto, rs.

      Beijooooooooos

      Excluir
  7. Estou querendo começar a ler uns new adult já tem um tempo, acho que irei colocar esse na lista! rs

    www.ironiadascapas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uhul! Depois me conta o que achou? <3

      Beijos!

      Excluir
  8. Nossa, que livro incrivel, tenho muita vontade de ler livros assim!

    www.misteriosliterarios.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcelo! Leia e depois me conte o que achou, viu? <3

      Obrigada pela visita, e volte sempre! <3

      Excluir
  9. Faz um tempinho que estou evitando esse tipo de livro, porque assim como você também estou um pouco cansada desse gênero. Sentia que tava tudo igual, tudo na mesma mesmice, mas enfim... A sua resenha está ótima, Jéssica, apesar que quero distância desse gênero gostei da resenha. Beijão.
    http://www.livrofilia.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Desde que ganhei o marcador desse livro, eu o coloquei na wishlist. Por motivos de verbas, ainda não pude lê-lo, mas estou muito ansiosa para saber mais sobre o que esse livro me reservará :)

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo